Vana Bock, violoncelo

Iniciou seus estudos de violoncelo aos doze anos de idade, realizando a maior parte de sua formação musical na Escola Municipal de Música. Estudou com vários professores, entre eles, Gretchen Miller, Ricardo Fukuda e Antônio Lauro Del Claro. Foi integrante da Orquestra Experimental de Repertório, Camerata Fukuda, Orquestra de Câmara Villa Lobos e Cantilena Ensemble. Entre 2000 e 2003 foi bolsista da Fundação Vitae e do Ministério da Cultura, especializando-se em cello e música de câmara na Academia Ferenc Liszt, em Budapeste, Hungria.  Já atuou como musicista convidada da OSESP e da Orquestra Bachianas Filarmônica, com a qual participou de concerto no Carnegie Hall e Lincoln Center, em 2007, 2008 e 2009. Foi cellista da Orquestra Jazz Sinfônica de 1998 a 2013. É violoncelista da Orquestra Sinfônica da USP e chefe de naipe na Orquestra Sinfônica de Jundiaí, além de lecionar e realizar trabalhos de música de câmara. Em 2014, participou de uma série de concertos na Academia Paulista de Letras, executando a íntegra dos Trios de Cordas de Beethoven e Quintetos de Cordas de Mozart. Em 2015 atuou como solista frente à Orquestra Municipal de Jundiaí, estreando no Brasil o Concerto para Cello e orquestra de cordas da jovem compositora búlgara/britânica Dobrinka Tabakova. Desde 2009 é professora de cello na EMESP.É graduada em Terapia Ocupacional pela Universidade de São Paulo com especialização na Universidade Federal de São Paulo.